Seguindo nossa linha das #historiasderemador “que medalhas, troféus e súmulas de regatas não contam” , capturamos as fotos enviadas pelo nosso amigo Charles Figueiredo Athayde destacando sua merecida medalha de vencedor com UNANIMIDADE do Terceiro Desafio realizado pela Confederação Brasileira de Remo – CBR.

Charles – Master “E” – Orgulho do seu trabalho e dedicação

Nas CINCO etapas do desafio, Charles venceu todas de forma convincente provando que seu esforço e dedicação aos treinamentos, vale a pena.

Nem mesmo todo o afastamento social impingido pela atual situação de pandemia que vivemos, foi capaz de afastá-lo de seus objetivos, aproveitando a brilhante ideia da CBR, ao promover mais um Desafio Virtual, fazendo a máquina girar, literalmente.

O que queremos ressaltar nesta postagem, vai além da sua merecida medalha, mas mostrar o que o esporte nos proporciona, a saudável competitividade, acaba criando laços de amizades, que já dura quatro décadas.

Amizade construída no dia a dia, de forma silenciosa nos árduos treinamentos, que priva muitos atletas do convívio social e até mesmo familiar, mas ao final de tudo, sabemos que a merecida medalha tem um valor especial, que não sabemos ao certo dizer: por que treinamos tanto?

Você pode nos dizer? Comente.

Categorias: Crônicas

1 comentário

Raquel Denise Ewald · 18 de julho de 2021 às 13:33

Treinamos tanto porque queremos alcançar nossa melhor performance. É cobrança interna de quem acredita em seu próprio potencial. A medalha é o símbolo da luta e da vitória.

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese